Como se inicia o processo de deteção da apneia do sono nos cuidados de saúde primários?

26 June 2024

Elena Comas, enfermeira especializada em sono no Centro de Saúde Alfons Moré de Salt (Girona), explica.

Deslocamo-nos ao Centro de Saúde Primário Alfons Moré de Salt, na província de Girona, para compreender como se inicia o processo de diagnóstico da apneia obstrutiva do sono. Elena Comas, uma das enfermeiras do centro formada como especialista em sono no âmbito do projeto INNOBICS-SAHS, descreve-nos o procedimento.

Conforme indicado por Comas no vídeo, o projeto INNOBICS-SAHS tem início na consulta de medicina e enfermagem dos Cuidados de Saúde Primários, onde é realizado um pequeno teste aos pacientes com idades entre os 30 e os 70 anos que frequentam a consulta. Desde o lançamento do projeto, mais de 3.000 pacientes foram avaliados em Girona e Lisboa, sendo que em 80% dos casos foi possível efetuar o diagnóstico e recomendar o tratamento a partir dos cuidados de saúde primários, com o suporte da Unidade Virtual do Sono, composta por profissionais hospitalares.

Um transtorno subdiagnosticado

Estima-se que uma em cada quatro pessoas com idades entre os 30 e os 70 anos sofra de apneia obstrutiva do sono, mas a maioria não está diagnosticada. Os pacientes não tratados podem enfrentar sonolência, dificuldades de concentração e uma deterioração na sua qualidade de vida. Além disso, têm um maior risco de problemas cardiovasculares e duas a três vezes mais probabilidades de sofrer acidentes de trânsito devido à sonolência ao volante, entre outras consequências.

Read More Read Less